7 dicas para o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal

Crédito: Pixabay

O maior desafio no mundo contemporâneo e hiperconectado é equilibrar a vida profissional e pessoal. As tecnologias trouxeram ferramentas úteis para facilitar na organização das tarefas corporativas que também romperam os limites do tempo dedicados à casa e ao trabalho.

Com cenário de pandemia, outra novidade pouco explorada até então no Brasil, foi levar, literalmente, o escritório para dentro do ambiente familiar, mais conhecido como home office. A dinâmica de rotina conhecida pela maioria das pessoas virou de cabeça para baixo.

Mas será que antes você já refletia sobre a importância do work life balance (equilíbrio trabalho e vida pessoal) ou sentiu toda essa reviravolta como um pisão no freio para muitos exageros que cometia sem perceber?

Segundo dados levantados pela Previdência Social, em 2017, os sintomas depressivos geraram 43,3 mil auxílios-doença, sendo a 10ª doença com mais afastamentos. Os principais motivos que desencadeiam episódios depressivos e de ansiedade são as jornadas desgastantes, metas abusivas, falta de reconhecimento e autonomia no emprego.

Os números mostram que as doenças mentais associadas ao trabalho são responsáveis por grande parcela de afastamentos no Brasil. As mais comuns são depressão, transtorno de pânico, ansiedade e síndrome de bournout.

Além disso, o desgaste causado pela pressão na vida profissional somado ao acúmulo de funções não resulta em eficiência e produtividade. Uma pesquisa realizada pela RescueTime, em 2019, mostrou que os funcionários que participaram da avaliação ficam, em média, 2 horas e 48 minutos diários focados, de fato, na produção. O resto do tempo é gasto com atividades como comunicação, planejamento, aprendizagem e multitarefas.

Os pesquisadores analisaram mais de 185 milhões de horas de trabalho em diversos países. Após analisar os dados, viram que 26% dos serviços são feitos fora do horário de serviço. Mas, como mostra a pesquisa, o motivo deste acúmulo de funções não são os trabalhos intermináveis.

Segundo o estudo The State of Work Life Balance, cerca de 21% do tempo dedicado à empresa é gasto com redes sociais, sites de notícias e entretenimento online. Isso aponta um dos reais problemas que afetam o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, que são as distrações online, hiperconectividade e multitarefas.

Confira abaixo outros dados que mostram as consequências da falta de foco causado pelas dispersões virtuais:

– 40% das pessoas usam seus computadores depois das 22h

– A verificação de e-mail acontece, em média, a cada 6 minutos

– 40,1% do dia é gasto em multitarefa com ferramentas de comunicação

Se ficou interessado no assunto, a pesquisa está disponível na íntegra no blog do Rescuetime – ferramenta online que gera relatórios detalhados sobre como você gasta seu tempo em dispositivos digitais.

Trabalho híbrido ou remoto

Crédito: Pixabay

Mesmo com os traumas iniciais causados pela adaptação repentina ao home office, os trabalhadores sentiram as vantagens ao eliminarem horas estressantes de deslocamento até o serviço ou as pressões por produtividade nos ambientes físicos de trabalho. O que resultou no desejo de manterem as funções no modelo remoto mesmo pós-pandemia.

Como citado neste artigo, as doenças mentais já sinalizavam o desgaste do atual modelo trabalhista aplicado pelas empresas. Com a necessidade do isolamento social, por questões de saúde pública, os funcionários puderam experienciar uma nova opção de trabalho mais autônomo e flexível.

Os funcionários de diversas empresas de tecnologia, por exemplo, relutam em voltar para seus escritórios e deixam claro que é possível ser produtivo prestando serviço de casa. Veja o debate sobre o assunto em uma matéria publicada na BBC.

Assim, as discussões no mundo empresarial sinalizam uma possível mudança no modelo de contratações, com modelos híbridos ou remotos.

Mas de nada vale ter esta carta na manga se você não se adaptar a um ritmo de trabalho mais produtivo e menos dispersivo. Logo a seguir serão pontuados sete dicas para ajudá-lo a progredir na missão de viver uma vida mais equilibrada.

7 dicas para o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal

Crédito: Pixabay

1- Gerenciamento do tempo

O gerenciamento do tempo é um dos pilares para tornar o seu dia produtivo. A pesquisa do Rescuetime mostrou que as distrações no ambiente virtual, a hiperconectividade e o acúmulo de multitarefas resultam na perda de tempo em muitas funções que não são as tarefas fins.

2- Adote método de produtividade

Caso não consiga fazer sozinho, adote um modelo com passos para alcançar uma vida mais produtiva e equilibrada. Existem diversos modelos, como criar listas de tarefa (leia artigo sobre ferramentas online para ajudá-lo a organizar sua rotina), esquematizar regras para evitar dispersões no período de trabalho, entre outros.

Um método que será abordado em artigo futuro será o GTD. Ele ensina você a usar o tempo de maneira mais eficiente, após concluir cinco etapas simples.

3- Saiba se desconectar

Responder clientes e o patrão na hora dedicada aos seus filhos, família e amigos mina o tempo que reservou para sua vida pessoal. Por isso, é fundamental se desconectar nas horas certas. Desative as notificações do seu celular e o deixe no silencioso quando for possível. Colocar limites é fundamental para equilibrar sua vida profissional e pessoal.

4- Tenha mais espaço livre na agenda

As tarefas diárias do mundo moderno exigem muito mais tempo que todos deveriam suportar. Mas será que é verdadeiro a premissa que, atualmente, você precisa de mais de 24 horas por dia para dar conta de tudo?

Uma mente cansada sem horas corretas de sono de qualidade não é produtiva. Assim, não adianta torcer as forças até a última gota e achar que isso vai trazer os resultados que deseja. É importante o famoso ‘ócio criativo’. A arte de não fazer nada de vez em quando é necessária, como disse o sociólogo italiano Domenico De Masi.

De acordo com Jocelyn K. Glei, autora do livro Manage Your Day-To-Day “Gerencie seu dia a dia’, o segredo do equilíbrio está nos ‘espaços em branco’ na rotina.

5- Não descuide da sua saúde

Parece um tanto repetitivo, mas a saúde não pode ficar em segundo plano: – Faça o check-up de rotina

– Dedique um tempo do dia para uma atividade física

– Se não tiver dando conta, procure ajuda terapêutica

– Uma noite de sono bem dormida é fundamental para a sua saúde

– Beba água

– Estipule um tempo para alimentação e priorize alimentos mais saudáveis

6- Divida tarefas

Para o equilíbrio efetivo entre a vida pessoal e profissional, uma das ferramentas mais importantes é aprender a delegar funções. Não adianta concluir todos os passos anteriores, sem distribuir tarefas no trabalho e em casa, quando necessário. Atitudes centralizadoras causam sobrecarga e desgaste.

Caso seja um empreendedor ou autônomo, pense em terceirizar serviços que não são o seu produto fim, como funções administrativas e contábeis.

7- Reserve um tempo para suas relações e para você

Por último, não poderia faltar o tempo que precisa dedicar-se à família e a vida social. Mais que reservar um tempo com as pessoas que ama, é fazer isso com qualidade.

Saia do ambiente comum. Visitar novos lugares ajuda a mente sobrecarregada a descansar.

Outra dica é fazer atividades dedicadas a você. Seja um dia de beleza no salão, uma comida ou passeio. Reserve algumas horas da semana ao seu bem-estar e autoconhecimento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *