Saiba o que é mindfulness e como praticar no dia a dia

A mente dispersa virou um problema constante na vida contemporânea. O acúmulo de estímulos associados à dificuldade de nos mantermos no momento presente desencadeia estados de ansiedade e dificuldade de concentração. Em busca da mudança destes comportamentos nocivos para qualidade de vida pessoal e profissional, muitas pessoas têm buscado as práticas do Mindfulness ou ‘atenção plena’.

Um estudo da Universidade Harvard, publicado na revista científica Science, mostrou que as pessoas gastam 46,9% do tempo imaginando diferentes situações que não eram aquela que viviam no momento presente. “A mente humana é uma mente dispersa, e uma mente dispersa é uma mente infeliz”, afirmam os psicólogos Matthew Killingsworth e Daniel Gilbert, envolvidos na pesquisa.

O primeiro passo para mudar este tipo de comportamento é entender que a constante dispersão em momentos do futuro ou do passado são ações condicionadas por repetição. Por isso, é possível alterar este cenário através da reeducação da mente.

O mindfulness atua, exatamente, na difusão de técnicas aplicadas no dia a dia que vão além dos momentos de meditação, auxiliando na redução da ansiedade e estresse. A angústia se dissipa quando as preocupações com passado e futuro dão lugar a uma consciência no “momento presente”, e a percepção ativa dos sentimentos, sensações e ambiente.

Origem do Mindfulness

A origem do método aplicado no mindfulness vem de uma tradição milenar budista, mas foi o médico Jon Kabat-Zinn que trouxe as técnicas para aplicação terapêutica com intuito de melhorar a saúde mental das pessoas.

O modelo meditativo voltado para a ‘atenção plena’ ficou muito conhecido no mundo corporativo por auxiliar os funcionários e empreendedores a tornarem suas rotinas mais produtivas e menos desgastantes. Assim, preocupada com os empresários que atende, a coach Sarika Jain resumiu, no LinkedIn, 13 diferentes maneiras de inserir as técnicas mindfulness na rotina diária sem que fosse necessário parar para meditar na posição de lótus por 20 minutos.

13 técnicas para o dia a dia

Segundo Sarika Jain o primeiro passo para criar mais autoconsciência é tornar-se mais presente e encontrar tempo e espaço para si mesmo, mesmo em curtos momentos, se necessário.

Ao definir uma intenção, com o coração, a mente e a alma alinhados, começa a abrir sua mente e corpo para oportunidades de estar aterrado. “Permite que você esteja aberto a mudanças em sua percepção de si mesmo e do mundo, e é, em certo sentido, uma rendição à sabedoria coletiva e universal maior, que normalmente não está ao nosso alcance durante nossas atividades cotidianas”, afirma a coach.

Veja abaixo a versão traduzida da MissOffice para as 13 técnicas para manter os pés no chão e foco no aqui e ‘agora’:

1. Permita-se sentir suas emoções

Medite sobre seus sentimentos, quando e se você precisar. Faça uma pausa de 10 minutos, de vez em quando, para “sentir” suas emoções e o que elas podem estar lhe dizendo.

2. Crie uma prática de gratidão pela manhã

Gaste 10 minutos pela manhã, pensando e sentindo pelo que você é grato.

3. Pratique ‘meditação andando’

Caminhe devagar e com atenção e observe cada um de seus passos, conforme você vai e volta do trabalho todos os dias.

4. Experimente a alimentação contemplativa

Escolha uma refeição em seu dia, na qual você possa comer em silêncio e com pura consciência, alegria e concentração.

5. Tire suas distrações

Liste as coisas que o distraem de ter tempo para si mesmo, esgotam você ou de se concentrar no que realmente importa – pare de fazê-las, uma por uma, mas sem sentir que está se privando.

6. Alimente sua mente e alma com livros, sites, revistas e outros conteúdos saudáveis

Encontre livros, sites ou blogs que você considere úteis para o seu crescimento pessoal e paz interior e passe meia hora por dia lendo-os.

7. Conecte-se com a natureza

Encontre tempo durante os intervalos para sair à beira do rio ou em um parque, sozinho. Não são necessários livros!

8. Encontre um grupo de amigos nobres

Procure um amigo ou mentor com quem você possa construir um relacionamento profundo e com quem compartilhe valores semelhantes, e comece a encontrá-lo ou conversar com ele semanalmente.

9. Passe algum tempo em meditação

Depois de praticar a gratidão, sente-se por 30 minutos em silêncio ou no trajeto para o trabalho, apenas observando sua respiração. Sorria, relaxe e aproveite o tempo ‘você’.

10. Participe de uma atividade que nutra sua mente, corpo e alma

Encontre tempo para malhar todos os dias e até mesmo participe de uma aula de ioga ou artes marciais, uma vez por semana.

11. Escreva em um diário

Depois de terminar de meditar, gaste 10 minutos ou mais pela manhã escrevendo seus pensamentos, sentimentos e observações em um diário. É o seu diário privado, para ninguém ver, validar ou criticar. Deve ser honesto e verdadeiro. Pode ser escrito à mão ou em algum lugar na internet.

12. Coma alimentos suficientes (nutritivos) e básicos

Enquanto come, comece a observar porquê ingere determinados alimentos. É para preencher um vazio? Para entretenimento ou para se sentir bem? Que alimentos realmente o energizam, fazem você se sentir mais leve e mais forte e o mantêm contente?

Sentir-se vital é uma parte importante da prática contemplativa.

13. Descanse bem

Mesmo se você for uma pessoa ocupada com várias responsabilidades, trabalhe para criar um estilo de vida equilibrado onde tenha tempo para descansar.

Algumas pessoas conseguem se manter energizadas com oito horas de sono à noite, e outras, com cinco. Tente ser compassivo e realista com suas necessidades. Depois de mudar sua dieta, começar a fazer meditação e ioga, e manter a mente protegida de pensamentos negativos, você pode descobrir que precisa cada vez menos de descanso com o tempo.

Leia mais:

7 dicas para o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.