5 dicas de filmes inspiradores sobre empreendedorismo

No caminho rumo à inovação em meio a um mercado de trabalho super competitivo, não basta ter grandes ideias. O percurso é longo e árduo, exigindo de quem se dedica a empreender muita disciplina, persistência e força de vontade. Todo discurso soa um tanto autoajuda, mas se encaixa bem quando buscamos referências históricas no mercado dos negócios. Muitas delas são narradas em obras cinematográficas.

Assim, os filmes e séries trouxeram à vida enredos de grandes nomes que já são referência no mundo empreendedor, como Walt Disney, Steve Jobs, Mark Zuckerberg, Bill Gates, e, outros não tão conhecidos, mas que traçaram caminhos excepcionais, como a empreendedora norte-americana Madam C. J. Walker.

Ou, até mesmo, pessoas comuns que não chegaram aos grandes negócios, mas mudaram a realidade por onde passaram com suas visões de mundo ‘fora da caixinha’. Afinal, atingir o sucesso é uma expressão muito relativa que depende dos objetivos pessoais de cada um.

Inspirações no cinema podem despertar em nós a compreensão do que é, de fato, ser empreendedor! Não há mágica, muito menos um trajeto sem desafios. Pelo contrário, quebrar as barreiras do senso comum é desafiador, exige determinação, fé, foco, ritmo e constância.

Listamos, logo abaixo, cinco opções de filmes e séries inspiradoras para você que deseja seguir um caminho empreendedor!

O Estagiário

Com Anne Hathaway e Robert De Niro como protagonistas no elenco, ‘O Estagiário’ é um filme emocionante que traz reflexões muito atuais. Talvez pareça que o foco desta indicação seja voltado para a personagem Jules Ostin (Anne Hathaway) que cria uma mega start up voltada para o setor da moda, mas, na verdade, é Ben que ganha os holofotes ao demostrar a capacidade de se renovar mesmo aos 70 anos.

Ambos os personagens mostram características excepcionais aplicáveis durante a busca por uma vida de sucesso! Cada um traça seus objetivos, mas a imaturidade de Jules pode ameaçá-la em sua jornada, já que deixa alguns aspectos de sua vida pessoal de lado e se blinda da relação direta com pessoas que poderiam ajudá-la neste percurso. Já Ben trás o frescor de quem passou por todas experiências que poderia viver, mas deseja recomeçar e contribuir de alguma forma levando o que aprendeu para a vida dos seus novos colegas de trabalho.

O filme está disponível na plataforma streaming Netflix.

Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento

Erin Brockovich é um filme estadunidense dirigido por Steven Soderbergh, baseado na história real de Erin Brockovich.

Mãe solteira de três filhos, Erin interpretada por Julia Roberts começa a trabalhar em um escritório de advocacia depois de sofrer um acidente. Ao analisar vários casos arquivados envolvendo contaminação de água, a protagonista consegue mobilizar várias vítimas afetadas pelo problema com intuito de obter 333 milhões de dólares de indenização da Pacific Gas and Electric Company (PG&E).

A princípio, Brockovich é motivada a dedicar-se aos casos apenas para manter o trabalho e conseguir sustentar seus filhos, mas com passar dos dias ela percebe que sua dedicação ao ‘olhar fora da caixinha’ pode contribuir para o bem-estar de várias famílias prejudicadas pela contaminação das águas que abastecem as casas localizadas no entorno da empresa criminosa.

O filme mostra que empreender é ousar além do senso comum. Traçar metas onde ninguém deseja persistir, mesmo que persistir pareça loucura.

O filme está disponível na plataforma streaming Netflix.

Walt antes do Mickey

Quem nunca se encantou pelo personagem Mickey Mouse e suas peripécias? Mas muitos não sabem que existiu um Walt bem antes do próprio Mickey.

Para narrar esta história, foi lançado, em 2014, o filme ‘Walt antes do Mickey’, inspirado em sua trajetória de vida que tornou-se uma verdadeira lição sobre sonho, persistência e empreendedorismo! O drama biográfico mostra a infância do garoto criativo que via o mundo com outros olhos.

A família de Walt via sua paixão por desenhos e ilustrações como boba e não o incentivava a dar continuidade à sua carreira. Apesar de tudo, Walt seguiu sonhando até abrir o seu primeiro estúdio: Laugh-O-Gram.

O dono do maior estúdio de animações do mundo ficou sem moradia e passou fome – chegou a se alimentar de restos que encontrava no lixo. Com as dificuldades, recorreu aos empréstimos e, mesmo assim, não conseguiu manter as contas em dia. Ele chegou a ser trapaceado, criou personagens que foram roubados, chegou a fechar às portas do Laugh-O-Gram, mas não desistiu do sonho.

Com frases marcantes como “se você pode sonhar, você pode realizar”, ele seguiu em frente e criou o rato mais famoso do mundo, Mickey Mouse.

O filme está disponível na plataforma streaming Netflix.

Joy: o nome do sucesso

Criativa desde a infância, Joy Mangano (Jennifer Lawrence) entrou na vida adulta conciliando a jornada de mãe solteira com a de inventora e tanto fez que tornou-se uma das empreendedoras de maior sucesso dos Estados Unidos.

Sua primeira invenção de sucesso foi um prático e seguro esfregão capaz de limpar o chão de maneira muito simples. Mas não foi fácil conseguir produzir e distribuir seu produto no mercado. O filme traz vários tópicos essenciais para uma jornada empreendedora: inovação, saber vender sua ideia e persistência.

O filme pode ser assistido pelo Play Google.

A Vida e a História de Madam C. J. Walker

O seriado “A Vida e a História de Madam C. J. Walker”, disponível na Netflix, traz os feitos de uma das primeiras empreendedoras negras dos Estados Unidos. Madam C. J. Walker, como ficou conhecida, criou produtos de beleza para mulheres negras, sendo pioneira no ramo.

A norte-americana, nasceu em 1897 e morreu em 1919. Filha de pais escravos, ela foi a primeira entre os seis filhos do casal a nascer “livre”. A abolição da escravidão nos Estados Unidos era recente e Sarah Breedlove ficou órfã aos, 7 anos, de idade. Casou-se aos 14, engravidou, e antes de chegar aos 20 anos ficou viúva.

Sarah tirava seu sustento no trabalho como lavadeira, e como mexia com detergentes muito tóxicos, seu cabelo começou a cair. A autoestima abalada a fez recorrer a um produto para tratar o problema. A partir daí, a protagonista teria aprendido mais sobre cosméticos e cabelos, em especial como tratar fios crespos.

Ao perceber que a solução para seu problema poderia torna-se um bom negócio, aprimorou a fórmula e lançou sua própria marca de beleza. Em 1918, Sarah havia se tornado milionária, a ponto de comprar uma mansão de 34 quartos, ao lado do magnata do petróleo John Davison Rockefeller, em Nova York.

Gostou das dicas? Nos conte quais outros filmes acha que se encaixam na lista de inspirações para quem quer seguir uma carreira empreendedora!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.